Skip to content

Mercados de tablets, mobile, social, aquecidos: start-up KNO acumula US$55 milhões em “funding”. E no Brasil?

setembro 8, 2010

Kno Gets $46M For Tablet-Based Digital Textbook via @gigaom.

Mercado de venture capital e start-ups segue aquecido nos segmento de tablets, redes sociais, internet móvel. Empresa do Vale do Silício focada em tablets para livros escolares, o start-up KNO confirma ter levantado até o momento US$55 milhões entre dívida e “equity”.  E no Brasil, algum investidor está capitalizando nesse fenômeno dos tablets? Logo no lançamento do iPad nos EUA, em abril, o Apontador (empresa pioneira em geo-localização no Brasil) e o Estadão lançaram seus aplicativos para iPad na primeira onda de aplicativos liberados pela Apple. Os jornais O Globo e Folha também lançaram logo seus web apps para navegação nos seus jornais digitais. Mais recentemente foram Veja e Livraria Saraiva a criarem seus aplicativos digitais.

Mas de forma pouco visível, uma série de pequenas empresas, empreendedores e empresas já não tão pequenas tem se destacado no desenvolvimento de aplicativos, games e soluções para iPhone, Android, iPad. São exemplos FingerTips, MobiMarket, Marcelo dos Santos, Aorta e a PontoMobi, do empreendedor Leonardo Xavier, já não tão pequena assim, que recebeu posteriormente investimentos da RBS. Aorta e PontoMobi, juntamente com o Apontador , são as únicas que talvez vem ganhando algum destaque e visibilidade entre dezenas ou talvez centenas de participantes desse mercado no Brasil.

Ainda assim, conversando com empresas de Venture Capital e Private Equity, são poucas as que demonstram um grande apetite em investir em tecnologia no Brasil. Seja por que as taxas de juros estão ainda elevadas e não incentivam o premium do risco de negócios em tecnologia, seja pelas óbvias oportunidades em infra-estrutura e reestruturação, profissionalização de empresas, os grandes fundos tem evitado fazer suas apostas nas ondas de redes sociais, internet móvel e tablets no Brasil. (Na semana passada, Bob Wollheim, empreendedor digital e parceiro como voluntário e mentor da Endeavor foi entrevistado na TechCrunch em São Francisco falando um pouco do mercado digital brasileiro.)

Pois bem, será que esses fundos e investidores não deveriam olhar esse mundo com mais carinho e entender o porque empresas como KNO estão levantando US$55 milhões, ou no nosso quintal, Buscapé foi vendido para a Naspers por US$342 milhões, investidores não diretamente relacionados ao setor continuam a apostar no Apontador e na PontoMobi. Além disso, alguns grupos de comunicação continuam investindo fortemente em digital, mobilidade e redes sociais. (ex: Kzuka, Limão, iLocal, Território Eldorado, iPad/iPhone apps, etc)

Repito e expando a pergunta: E no Brasil, algum investidor está capitalizando nesse fenômeno dos tablets, inernet móvel, redes sociais? Será que já não é hora?

*************************************************************************************************

.


Veja video oficial do KNO …

.

… e matéria da CNetTV …

.

Veja também:

Wired declara o fim da Web como a conhecemos

The tipping point of social media: Arte ou ciência na aceleração da curva “S” de adoção das redes sociais

Start-up: o que considerar ao criar sua logo(marca) ?

iPad is Out: What Now?

Palestra sobre impacto do iPad, redes sociais e internet móvel no mercado

NYT – Opinião de especialistas sobre o iPad



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: