Skip to content

Facebook reduz os seis graus de separação a quatro … e Eu com isso?

novembro 23, 2011

Facebook cuts six degrees of separation to four – Telegraph.

Lembra dos seis graus de separação em que bastariam seis apresentações sucessivas entre pessoas para que qualquer pessoa no mundo estivesse conectada a qualquer outra. Pois bem, passada a “dita globalização”, em tempos de redes sociais esse número vem caído fortemente e em recém pesquisa do Facebook com a Universidade de Milão esse número baixou de 6 para 5 e tendendo a 4 (Veja matéria completa no link acima do Telegraph).

Extrapolações do estudo apontam que em 2020 esse número tenderia a 1, e finalmente o Kevin Bacon poderia se tornar seu amigo direto (em referência à trívia – 6 degrees from Kevin Bacon).

O fato é que isso mostra o poder das redes sociais e essa tendência que deve transformar as relações na humanidade nos próximos anos.  Jâ pensou no impacto que isso trará?

Eu já e não foi à toa que já me aventurei em projetos com redes sociais, entre eles o Limão no Estadão e até mesmo tentativas mais precoces no Mundo Oi na internet e no celular. Ainda assim, o Facebook veio como um fenômeno mundial e acabou não deixando muito espaço para as iniciativas locais ou de nichos vingarem. Mas é assim mesmo que funciona, é o fenômeno das redes, que quanto maior, mais potência ela acumula e mais benefícios ela traz aos usuários.

Uma das implicações para as pessoas, já explorei por aqui no blog da Mobi9:

O futuro da internet, das redes sociais e a era da transparência…

Do lado dos negócios, o mundo ainda está descobrindo devagar o impacto das redes sociais. O bolo publicitário, por exemplo, e ainda mais aqui no Brasil, ainda “teima” se concentrar no horário nobre da TV nobre, enquanto a audiência migra fortemente para Netflix, YouTube e para vídeos recomendados por amigos no próprio Facebook. As pequenas empresas ainda anunciam em páginas amarelas e quando são consideradas avançadas usam o Google Adwords ou Adsense. Poucas são as empresas que efetivamente entenderam o poder das redes sociais e criaram cases de sucesso na sua utilização comercial.

Agora, pense mais um grau para frente e pense no celular. E mobile social? E o marketing mobile social? E o commerce mobile social? Pensou?

Pense de novo, no limite e na tendência, em 2020 estaremos todos com smartphones na mão e conectados diretamente com todas as pessoas no mundo instantaneamente. Está aí um cenário que inspira idéias e transforamções … Qual é a sua?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: