Skip to content

Algumas perguntas antes de começar seu projeto no iPad

agosto 3, 2010

Tenho discutido projetos sobre o iPad há alguns meses, com publishers, agências de publicidade, marketing de empresas e profissionais de tecnologia, além de amigos early adopters que já estão com o seu antes mesmo do lançamento no Brasil. Agora que o iPad efetivamente esta para chegar, as empresas estão aumentando seu senso de urgência em se movimentar para marcar suas posições nos novos devices. Pois bem, já deveriam ter feito. Extrapolações das pesquisas da Admob, que já explorei em posts anteriores já colocam cerca de 10 mil iPads no Brasil, mesmo antes das vendas começarem. Não seria impossível, fecharmos o ano com 50 mil iPads no Brasil e como já falei, em um país em que 5 mil livros é best seller, jornais de economia tem 50 mil de circulação e os grandes entre 200-300 mil, é bom pensar no tema com carinho.

Eis aqui uma coletânea das questões que tenho mais ouvido nas reuniões que tenho feito e que são fundamentais para quem está iniciando um projeto com o iPad nas mais diversas áreas (veja o que encaixa na sua):

– modelo grátis ou pago? que tal tentar o freemium?

– desenvolvimento próprios ou com parceiros? do Brasil ou exterior?

– distribuo por Zinio, PressReader, Amazon ou distribuição própria?

– cobro via iTunes e App Store ou direto?

– coloco publicidade pela iAd ou gestão própria?

– web app ou aplicativo nativo?

– aplicativo genérico ou ligado ao core business?

– uma nova área na empresa ou dentro do TI Corporativo?

– meus executivos ou novos executivos?

– projeto interno ou consultoria? na organização ou nova célula incubadora?

Pois bem, desculpe-me o laundry list de perguntas não estruturadas, mas se você não responde nem metade das perguntas, saiba que você está muito próximo à média do que tenho encontrado por aí. Estive com várias empresas que se aventuraram e colocaram suas soluções no ar sem menos considerar parte das questões estratégicas e fundamentais. Outras no entanto estão se preparando e colocando no ar cases interessantes de como encarar o futuro. Estes tenho citado aqui quando vão para o ar.

Espero, que estas questões e os trabalhos que tenho publicado, ajudem a pelo menos considerar a se buscar um caminho menos turbulento nos seus novos negócios digitais, mobile e em redes sociais …

Share

Anúncios
One Comment leave one →
  1. B.Argentina permalink
    agosto 3, 2010 23:05

    modelo gratis o pago? Free is better
    Media Apps and the iPad: Surprise! Free Is Better
    Media Apps and the iPad: Surprise! Free Is Better
    By Mathew Ingram Apr. 5, 2010, 10:08am PDT 13 Comments 30
    Media companies looking for signs that the Apple iPad will be their iSavior aren’t likely to get much comfort from the early numbers on media app downloads. Early indications are that users want to read newspapers and magazines on their shiny new devices, but they seem to prefer free apps to paid ones. There is one notable exception, however — namely, the Time magazine issue that features a story on Steve Jobs and the iPad. That issue, which sells for $4.99, is currently the No. 1 top-selling app in the news category (the Wall Street Journal app is also difficult to categorize, since it’s a free download but users still pay to read articles).

    That said, it seems likely that these results are just the tip of the iceberg as far as media apps on the iPad are concerned, and that a growing numbers of users will likely discover that they can get what they want either through free apps or via the iPad’s web browser.

    The biggest issue confronting media companies is that their iPad apps in many cases simply replicate the design and features available on their free web sites, but they’re expecting users to pay as much as $17.99 a month for the privilege of reading that content on an iPad (in the case of the Wall Street Journal). This disconnect has drawn criticism from many observers, including venture investor Paul Kedrosky, who said that:

    Paying $17.29/mo for WSJ iPad app should disqualify you for something important, like being allowed to use money.Kevin Anderson, former blog editor at The Guardian, said that iPad app pricing is “a last act of insanity by delusional content companies.” And the sense that media apps are trying to wall off their content from the broader Internet is also likely to be disconcerting to some, says Josh Benton of Harvard’s Nieman Journalism Lab. Meanwhile, some newspaper and magazine companies are still reluctant to embrace the iPad because they are afraid of ceding too much control — and giving up too much revenue — to Apple, according to a report in the Wall Street Journal.

    Publishers are worried that paying Apple 30 percent of their sales from the device will eat into their revenues too much, and are also concerned that the computer company will wind up controlling access to the subscriber data that comes from the iPad. Several major media companies — including News Corp. and the four largest magazine publishers — are apparently trying to create their own digital storefront for content because they don’t want Apple to control access to their publications through its own iTunes media store.

    Related content from GigaOM Pro (sub req’d):

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: